INTEGRAÇÃO CHEGA À GRANDE SÃO PAULO

Prodata começa a implantar o sistema de bilhetagem para integrar o transporte em todos os 39 municípios que compõem a região metropolitana de São Paulo.

Até março do próximo ano a APB Prodata deve concluir a entrega dos 3.200 equipamentos que vão integrar os sistemas de bilhetagem eletrônica nas empresas que fazem o transporte intermunicipal na região metropolitana de São Paulo. O projeto, desenvolvido para a Empresa Municipal de Transportes Urbanos (EMTU), está em fase de implantação e já foram fornecidos equipamentos para as viações que atuam nos municípios de Barueri, Carapicuíba, Cotia e Osasco. Ao todo, serão integrados os sistemas de bilhetagem nas 50 empresas que fazem o transporte urbano de passageiros entre as 39 cidades que compõem a região metropolitana da capital paulista.
Segundo o superintendente comercial da Prodata , Leonardo Ceragioli, com a integração da bilhetagem, os usuários poderão utilizar um só cartão para trafegar nas linhas que fazem o transporte público entre os municípios da Grande São Paulo. A região possui 8,5 mil quilômetros quadrados e abriga 17,8 milhões de habitantes, o que representa 10% da população brasileira, e concentra um poderio econômico equivalente a 50% do PIB nacional. Ceragioli afirma que a Prodata já forneceu cerca de 350 equipamentos para as empresas Himalaia, Urubupungá e Vida Azul, que fazem o transporte entre Barueri, Carapicuíba, Cotia e Osasco e o município de São Paulo.
A fabricação dos equipamentos começou em outubro deste ano e a previsão é chegar aos 1,3 mil até o final do ano. O sistema que está sendo implantado na Região Metropolitana de São Paulo terá recarga embarcada de Vale-Transporte, o que permite economia de tempo e dinheiro para as empresas e mais facilidade para os usuários na hora de recarregar o benefício. “A carga de crédito dos cartões é feita diretamente no ônibus”, afirma. O sistema também combate as fraudes e falsificações presentes na atuação do mercado clandestino de bilhetes. A Prodata forneceu equipamentos para a integração do transporte intermunicipal da região metropolitana do Rio de Janeiro, onde as empresas já atuam com o mesmo cartão (com denominação local de Rio Card) no transporte entre os municípios e na capital.
Além da integração no transporte urbano da região metropolitana de São Paulo, a Prodata também é responsável por integrar o sistema de bilhetagem da frota de ônibus municipais, dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metrô. A empresa forneceu os 14 mil equipamentos para a implantação do bilhete eletrônico na frota de ônibus municipais de São Paulo e cerca de 7 milhões de cartões em uso no sistema.
Segundo Ceragioli, por enquanto, o sistema de bilhetagem eletrônica que será implantado no transporte intermunicipal da Região Metropolitana de São Paulo não será integrado ao sistema de transporte público da capital, como já é feito no Rio de Janeiro. Na capital fluminense, a integração entre os vários modais e também a integração entre empresas que atuam nos municípios do estado já está em operação.

LÌDER DE MERCADO

A APB Prodata é líder mundial no fornecimento de equipamentos para bilhetagem eletrônica com cerca de 50 milhões de cartões e sistemas implantados em mais de 200 cidades no planeta. No Brasil, de acordo com o superintendente comercial da empresa, já são mais de 40 mil equipamentos instalados em veículos de 320 empresas e mais de 7 milhões de cartões de bilhete eletrônico fornecidos. “Isto representa cerca de 60% do mercado brasileiro neste segmento”, afirma Ceragioli. Segundo ele, em 20085 a empresa forneceu 11 mil equipamentos para instalação em 25 novos projetos implantados em cidades brasileiras, o que representa todo o mercado comandado pela empresa que ocupa o segundo lugar no ranking deste segmento no mercado nacioanal.
Presente no mercado brasileiro há mais de dez anos, a empresa teve um crescimento expressivo nos últimos quatro anos, quando houve intensificação na substituição dos sistemas de bilhetagem convencionais pelo eletrônico. Recentemente, a empresa implantou na Baixada Santista um sistema de bilhetagem que controla a distância percorrida pelos passageiros por meio de GPS (sistema de posicionamento global) e cobra o valor da passagem de acordo com o trecho percorrido nas linhas que fazem o transporte intermunicipal em cidades da Baixada.
De acordo com Ceragioli, a unidade da Prodata no Brasil fechou neste ano dois contratos para fornecimento de equipamentos para empresas de ônibus que atuam no Equador. Este será o primeiro contrato para exportação dos equipamentos e da tecnologia desenvolvidos pela empresa no mercado brasileiro. Segundo o superintendente comercial da Prodata no Brasil, para a implantação do sistema de bilhetagem eletrônica no transporte público de Cuenca serão fornecidos 400 equipamentos em um corredor de ônibus. Segundo Ceragioli, a expectativa é de aumentar a atuação da empresa nos mercados de países da América Latina nos próximos anos, já que a substituição de equipamentos convencionais por sistemas de bilhetagem eletrônica é uma medida que começou a ser adotada recentemente.
A APB Prodata do Brasil é uma empresa do grupo ERG Transit Systems, líder mundial no fornecimento de sistemas de bilhetagem automática e no desenvolvimento de software e hardware para o transporte público. A empresa está presente em 13 países e, no Brasil, possui unidades em São Paulo e Rio de Janeiro, os dois maiores mercados e principais pólos econômicos. No mercado brasileiro, a empresa já implantou sistemas de bilhetagem também nas capitais estaduais Aracaju (SE), Belém (PA) e Porto Velho (RO), além de Rio de Janeiro e São Paulo, e em municípios como Campinas, Joinvile, Blumenau, Guaratinguetá e Guarulhos.

Fonte: TechniBus, ano 14, nº 68 , pg. 38-39




<< Notícias     << Home

SP: Av. Paulista, 1009 - 16º andar - Cjto. 1601 - São Paulo/SP - CEP 01311-919 - FONE: +55 11 3146-2226
RJ: Rua da Assembléia, 10 - Sala 4109 - Centro - Rio de Janeiro/RJ - CEP 20020-080 FONE: +55 21 2210-2756
@CopyRight - Todos os direitos reservados